quinta-feira, 24 de julho de 2008

Inércias


Espero aqui sentada! Vejo os rostos que passam marcados pela pressa do dia que se enche da luz forte e branca deste Verão e que torna as figuras nitidas, tão nitidas que lhes posso ler a alma. Espero. Enquanto espero, a vida segue os seus passos sem me ver. Esquecida, penso e projecto o tempo que não posso esquecer. Escrevo hoje e vivo já o amanhã. Esqueço-me de mim ao ver-me nos olhos dos outros. Espero. Assim.

Etiquetas:

2 Comentários:

Anonymous charles disse...

Um anónimo "lúcido" disse um dia que:

"A inércia contagia,
questão de sensibilidade.
O amanhã está no dia que foi ontem!......"

25 de julho de 2008 às 04:17  
Anonymous Anónimo disse...

Esperar é uma atitude sublime. Exige paciência, concentração, persistência, sabedoria... Sei que tem essa expectativa, a qual lhe preenche os dias e a leva a ter fé nos outros e nos tempos que vêm.

Gosto sempre da sua palavra!

26 de julho de 2008 às 16:33  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar