sábado, 8 de novembro de 2008

Flores

Azuis, profundamente azuis, as flores!
Que as flores sejam apenas flores silenciosas! E mesmo assim ouça-se delas um cantar melodioso Do vento que passa pelas suas pétalas viçosas... Que das flores haja o perfume de um novo dia!

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar