segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Casamento

Branca, luminosa, fulgurante de sorrisos
A noiva caminha em direcção ao altar.
De um lado e de outro, os convidados, olham-na como a um filme.
Ela olha em frente e caminha muito lentamente.
Vai levada pelo braço de seu pai.
Todos se comovem; até o noivo lacrimeja no altar.
A música é arrebatadora e o Padre abre-lhes os braços.
No chão, desde a entrada, ficou um rasto de rendas e bordados.
Assim, é a babugem da vida.

Etiquetas:

3 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Adorei este seu texto. A foto está excelente; muito original. No conjunto, formam uma mensagem fortíssima. Não deixe de ser como é e de nos dar sempre o prazer da sua palavra!Até sempre.

17 de agosto de 2009 às 15:51  
Anonymous Filó disse...

Que belo "fhash"! O casamento ficou bem registado. Poética e criticamente. Gostei muito do texto e da foto. Tens de publicar os teus textos. Pensa nisso! Jokas

17 de agosto de 2009 às 16:01  
Anonymous Zinco disse...

Tem uma forma de ver a realidade, captando instantes simples, mas significativos. Há no que escreve um desdobramento do ser, que desperta sentidos e sensações diversos. A foto é carismática. Parabéns, por este espaço de escrita e de evasão.

17 de agosto de 2009 às 16:05  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar