terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Lar

"Lar é onde se acende o lume e se partilha mesa e onde se dorme à noite o sono da infância. Lar é onde se encontra a luz acesa quando se chega tarde. Lar é onde os pequenos ruídos nos confortam: um estalar de madeiras, um ranger dos degraus, um sussurrar de cortinas. Lar é onde não se discute a posição dos quadros, como se eles ali estivessem desde o princípio dos tempos. Lar é onde a ponta desfiada do tapete, a mancha de humidade no tecto, o pequeno defeito no caixilho, são imutáveis como uma assinatura conhecida. Lar é onde os objectos têm vida própria e as paredes nos contam histórias. Lar é onde cheira a bolos, a canela, a caramelo. Lar é onde nos amam. "
O Sétimo Véu, Rosa de Lobato Faria
Deixei-te inevitavelmente partir! Deixaste-me tanto... Rosinha... Encantos, verdades, recordações, Emoções! Enredos! Vidas! Uma dedicatória e um sorriso. Custa ter de to dizer... Adeus!

Etiquetas:

6 Comentários:

Anonymous leo disse...

Lar,
é onde nos aconchegamos, é o nosso ninho.
Um Adeus sentido para uma Grande Senhora

2 de fevereiro de 2010 às 13:20  
Blogger Eduardo Miguel Pereira disse...

Só soube há pouco, quando cheguei a casa, que a Rosinha, infelizmente, já não estava entre nós.
Mas na verdade, uma senhora tão bela, tão sensível, com uma obra tão diversificada e tão rica, estará sempre em nós, e não entre nós.
Um beijinho muito carinhoso e um grande muito obrigado por tão bons momentos que nos proporcionou.

Até sempre Sra. Rosa Lobato Faría.

2 de fevereiro de 2010 às 13:54  
Blogger Sentidamente disse...

Bela transcrição! Na verdade, são as sucessivas repetições de vivências, escudadas nos afectos que constroem o lar. A sua imagem não transmite o novo mas o usado, num viver comum que desgasta mas valoriza…
Triste é a partida e inevitável o adeus.
beijinho

2 de fevereiro de 2010 às 14:53  
Blogger L♥ disse...

Uma verdadeira Senhora.

Beijinho, Liliana

4 de fevereiro de 2010 às 10:00  
Blogger Carolina disse...

Belo texto tu escolheste!
Sentida a homenagem!
Uma doce e grande Mulher!

4 de fevereiro de 2010 às 11:25  
Blogger O céu da Céu disse...

Que acrescentar?
Gostava imenso desta SENHORA!
Dos livros que escreveu e li, reli.
Da televisão.
Das cantigas.
Das telenovelas.
Da beleza e trato fino.
Da generosidade...Bjs

4 de fevereiro de 2010 às 16:40  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar