terça-feira, 27 de maio de 2008

Aquele que amo

Aquele que amo

Disse-me

Que precisa de mim.

Por isso

Cuido de mim

Olho meu caminho

E receio ser morta

Por uma só gota de chuva.

Bertold Brecht

Etiquetas:

1 Comentários:

Anonymous Tiago Ribeiro disse...

Ola amiga Fatima, banalidades, este site?? nao me parece, nunca a sencibilidade poetico-lirica e a reflexao sobre a vida, os livros e tudo que passa por nos me pareceu me parece tao profundo.

E nessecario um escape nos dificieis dias de hoje, tempos depressivos...e foi no tempo da depressao que apaceu o king kong, charlou a arte deco, isso estava longe de ser banal...o mesmo se passa aqui amiga Fatima.

Simples, Poetico e Profundo..parabens pelo blog, muito bom.

Tiago R

29 de maio de 2008 às 08:15  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar