quinta-feira, 29 de maio de 2008

Para ti














Foi para ti que criei as rosas
Foi para ti que lhes dei perfume
Para ti rasguei ribeiros
E dei às romãs a cor do lume.


Engénio de Andrade

Etiquetas:

1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

A stora pode dar-me rosas!!
Eu nao me importo... Eu gosto muito!!

Caso nao pareca eu gosto muito de rosas e de poemas, e quando se juntam os dois... ui!

Beijinhos da sua aluna Ana Cópio

31 de maio de 2008 às 18:18  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar