quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Vida

"-Uma casa morre, se não é habitada com amor. (...) O mal é que nós não habitamos as casas: apenas as ocupamos. (...) Ocupamo-las como intrusos, como se elas fossem definitivamente propriedade de outros. Queremos ter o gosto de usufruir sem a responsabilidade de possuir.
É assim que estamos na Vida, como se ela fosse um território arrendado."
in O Outro Pé da Sereia, Mia Couto

Etiquetas:

1 Comentários:

Blogger Carolina disse...

E uma coisa que eu constacto em muitas casas é que (mesmo habitadas por famílias, claro) é que muito poucas são um LAR (no sentido da paz e da harmonia).
Muito poucas....
Enfim....

28 de agosto de 2008 às 06:57  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar