domingo, 8 de março de 2009

A Mulher Mais Bonita do Mundo

estás tão bonita hoje.
quando digo que nasceram flores novas na terra do jardim, quero dizer que estás bonita.
entro na casa, entro no quarto, abro o armário, abro uma gaveta, abro uma caixa onde está o teu fio de ouro.
entre os dedos, seguro o teu fino fio de ouro, como se tocasse a pele do teu pescoço.
há o céu, a casa, o quarto, e tu estás dentro de mim.
estás tão bonita hoje.
os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios.
estás dentro de algo que está dentro de todas as coisas, a minha voz nomeia-te para descrever a beleza.
os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios. de encontro ao silêncio, dentro do mundo, estás tão bonita é aquilo que quero dizer.
José Luís Peixoto, in "A Casa, a Escuridão"

Etiquetas:

8 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Filipe disse...
Lindo, uma bela citação, nas palavras de um homem... espero continuar a ser assim. Que neste dia se coloque mais um pouco de Amor e que amanhã exista mais respeito entre todos.

8 de março de 2009 às 16:43  
Blogger Teresinha disse...

Tive o prazer de assistir ao lançamento do livro de José Luís Peixoto, "Cemitério de Pianos",
na "A Das Artes", em Sines.
De o ouvir falar desse e de outros livros seus.
Agradou-me especialmente a forma de comunicação com todas as pessoas que compareceram.
Este, ainda não li.
Belíssimas palavras!

9 de março de 2009 às 07:31  
Blogger Banalidades disse...

Filipe,
Como vês a beleza depende muito do carinho, do amor que se dedica a alguém... Por isso, a mulher que é amada permanece mais tempo bela! Jinhos!

9 de março de 2009 às 15:32  
Blogger Banalidades disse...

Teresinha, admiro o José Luís Peixoto como pessoa e como escritor! As suas narrativas são poemas magníficos, reflectindo a vida, os sonhos, os sentimentos, as pessoas...
Também eu estive no lançamento do "Cemitério de Pianos"! Gostei muito de o ouvir, de escutar a sua voz calma e doce, cheia de humildade e naturalidade.
Gosto mesmo muito do José Luís!
Mas não deu para conhecer a Teresinha... Fica para a próxima! Jinhos.

9 de março de 2009 às 15:39  
Anonymous teresinha disse...

Está a ver Fátima!
Afinal já estivemos lado a lado!
E Mia Couto, não me diga que também esteve lá!?
"Venenos de Deus Remédios do Diabo"
Tenho fotografias dele muito bonitas que tirei nesse dia.
Fiz até uma postagem sobre o livro com algumas.
Conheço-a concerteza, nem que seja das "Cextas de Cultura", aqui na Escola Secundária!!! (?)
Fica então para a próxima...
bj

9 de março de 2009 às 16:43  
Blogger sentidamente disse...

Não conheço o autor mas gostei muito do texto. Um amor assim, mesmo que se desvaneça com o tempo, é uma dádiva inesquecível para toda a vida!
Beijinhos

10 de março de 2009 às 16:13  
Blogger Maria José Senos disse...

Lindas palavras, não só muito de escrever mas gostei muito gosto ler a dos outros um beijinho.

11 de março de 2009 às 06:56  
Blogger Carolina disse...

Vi este "Moço" na Livraria em Sines e gostei dele!
;))) Muito!

12 de março de 2009 às 05:34  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar