sábado, 10 de abril de 2010

Bem-me-quer

Ai, ai, até quando, até quando,
Me hão-de os malmequeres
Caprichosamente continuar a mentir?

Etiquetas:

5 Comentários:

Blogger O céu da Céu disse...

Bem-me-quer, mal-me-quer...e era desfolhando malmequeres que os nossos coraçõezinhos batiam mais forte e as maçãs do rosto avermelhavam...magia pura!
Um bj

11 de abril de 2010 às 16:35  
Blogger Carolina disse...

Pois eu acho que: BEM-TE-QUER!
"Desfolhaste
o malmequer
numa noite
de luar
e assim ficaste
a saber
que sempre
te vou amar!"
;)

16 de abril de 2010 às 08:00  
Blogger Jelicopedres disse...

Olá Fátima,
ontem tive esperança de a ver por cá com a mamã, nas
"Cestas de Cultura"

Beijinho e um raminho de malmequeres para si, mas, daqueles que não mentem...!

17 de abril de 2010 às 11:41  
Blogger Banalidades disse...

Obrigada, amigas pelo vosso sempre fiel carinho.
Não soube das Cextas de Cultura... Ando muito descuidada! Tenho de começar a minha temporada cultural.Nâo tarda teremos aí o Encontro de Teatro! Lá nos havemos de encontrar!Jinhos para vocês e até smpre!

17 de abril de 2010 às 13:11  
Blogger Sentidamente disse...

A diferença entre a verdade e a mentira, tal como entre o bem-querer ou o mal-querer, está só na primeira pétala a arrancar: a certa ou a errada…
Beijinho

19 de abril de 2010 às 15:12  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar