domingo, 7 de março de 2010

Fénix

Desejos de um novo mundo...
Voem os peixes sobre as árvores frondosas .
Ergam os ninhos os pássaros no escuro profundo do oceano.
Teça o vento tempestades de estrelas.
Derramem e derretam vulcões todo o deserto.
Salgue o sangue o que era rio.
Nenhuma vida rebente no que era terra.
Até que em frio se faça o quente.
Até que o que era consciência seja mistela elementar.
Até que um qualquer deus desperte e o ciclo recomece .

Etiquetas:

1 Comentários:

Blogger Jelicopedres disse...

Olá Fátima.
Vim visitá-la e quero deixar-lhe um abraço e um beijinho.

- Se esse ciclo recomeçar, eu quero lá estar...!
Teresinha*_*)

8 de março de 2010 às 11:37  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar