quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Amanhecer

Indolente e confiante
Aos poucos passo da manhã à noite
Da penetrante claridade que entontece
À plácida penumbra anilada do anoitecer.
Serena, acalmo-me e sonho-me
Uma paz de água rasa em contínuo
Movimento mansas marés escorrendo
Sobre mim antes que amanheça.

Etiquetas:

4 Comentários:

Blogger Eduardo Miguel Pereira disse...

Que ciclo de vida tão poético, tão sereno, que aqui nos deixou.

Obrigado.

5 de fevereiro de 2011 às 12:00  
Blogger retrato disse...

a foto expressa bem que a claridade, também, nos convida a uma serenidade bem colorida, embora, reconheça que a noite é senhora de silêncios que convidam a uma serenidade, mas diferente...
não achas?
o amanhecer tem a sua beleza, começando pelo respirar, enchendo o peito de um ar regenerado, na cor, e no sentir.

5 de fevereiro de 2011 às 15:44  
Blogger O céu da Céu disse...

Calmamente vamos deixando o nosso amanhecer...e calmamente vamos esperando o entardecer...bj

6 de fevereiro de 2011 às 14:21  
Blogger Carolina disse...

Amanhecer...anoitecer...tudo é penumbra!

7 de fevereiro de 2011 às 10:15  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar