sábado, 15 de janeiro de 2011

Desejo

Respiração de polén Sopro de sonho pétala Voando pela noite Desvendando a bruma Avançando na estrada.

Etiquetas:

3 Comentários:

Blogger She disse...

Espero que o seu "aperto" desapareça e lhe dê alguma paz. Fico triste ao saber que a vida lhe está a fazer tropelias.

Beijinhos

15 de janeiro de 2011 às 17:12  
Blogger Carolina disse...

Perfumado tapete.
Não percas o perfume da vida!
;)

19 de janeiro de 2011 às 07:02  
Blogger Jelicopedres disse...

Apetece-me "respirar" este poema e avançar por essa estrada...!

Suave abracinho^_^)

21 de janeiro de 2011 às 14:40  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar