sábado, 31 de julho de 2010

Tentativa

Sim. Tento, tento...
Tento ser serena e clara, humilde e digna,
Amar como a manhã ama a areia branca da praia,
Ser uma qualquer canção, um passo de dança no ar
Um canto escondido à beira da vida
Num jardim antigo deitado sobre o mar.
Tento ser um vento soprando leve
Um verso que ainda se escreve
Um não sei quê de saudade doído
Uma história de amor não vivido.
Tento ser simples e banal como a vida breve.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

BlogArchive Blog Feed Cabeçalho HTML SingleImage LinkList Lista Logotipo BlogProfile Navbar VideoBar NewsBar